...........bad insanity...........
sex, fun, music
Eu acho chato essa turma que sempre descorda de tudo que cai no gosto popular. Não gostar de uma música, por exemplo, que a maioria da sociedade escuta e acha o máximo, e você não, é normal, e isso não faz de você uma pessoa melhor que ninguém, isso prova que existe gostos diferentes, modos de pensar diferentes. Agora descordar de t-u-d-o, mesmo que seja falsa essa discórdia, só pra bater no peito e dizer: “eu sou diferente, eu tenho personalidade forte”, isso é idiotice, você não é diferente, você é só mais um idiota que quer chamar atenção.”
Patrícia Pereira. (via t-emperamental)
Quando eu tinha 5 anos, minha mãe sempre me disse que a felicidade era a chave para a vida. Quando eu fui para a escola, me perguntaram o que eu queria ser quando crescesse. Eu escrevi “feliz”. Eles me disseram que eu não entendi a pergunta, e eu lhes disse que eles não entendiam a vida.”
John Lennon.   (via lettres-a-paris)
Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa. Alguma segurança. Invento historinhas para mim mesmo, o tempo todo, me conformo, me dou força. Mas a sensação de estar sozinho não me larga. Algumas paranoias, mas nada de grave. O que incomoda é esta fragilidade, essa aceitação, esse contentar-se com quase nada. Estou todo sensível, as coisas me comovem.”
Caio Fernando Abreu.   (via romeuemcrise)
Mas porque as coisas mudam. E os amigos partem. E a vida não para ninguém.”
As Vantagens de ser Invisível.  (via quase-heroi)
Desenhei meu passado a caneta, assim como um papel escrito, é necessário ele ser destruido em pedaços para que, o que foi escrito deixe de machucar, assim como meu passado, eu sou a pagina que precisa ser destruída, para que toda dor escrita deixe de existir.”
E daí? Isso é o que os humanos fazem: Nós quebramos os corações uns dos outros, nós morremos de amor.”
Glee.  (via autografos)
Montuado de defeitos, massacrado pelas pessoas, julgado. Hoje surdo para palavras sujas e cego para almas vazias.”
Gomes